Domingo, 12 de Outubro de 2008

Haja paciência!

Ás vezes apetece-me bater nas pessoas, não em todas, apenas em algumas. Logo eu que sou apologista da paz e contra a violência! Contudo, há momentos em que me dá vontade de abrir umas excepções.

E porque me apetece bater em alguém? Porque as pessoas são ignorantes e não se esforçam para deixarem de sê-lo. E é isso que mais detesto, quando uma pessoa é ignorante porque quer!

Quem leu isto não deve estar a perceber muito bem, mas vou passar a explicar o porquê desta súbita vontade de ter um acto violento, de dar dois ou três murros na cabeça de alguém, com a esperança de que os ‘parafusos’ apertem e voltem ao sitio.

Recentemente, um dos temas de conversa tem sido o casamento entre homossexuais. Quem costuma ler o meu blog, já deve ter percebido que não tenho nada contra a homossexualidade.

Ora, foi ouvindo dois casais falarem sobre este assunto que me deu esta vontadita. Um deles parecia não se incomodar lembrando que, segundo a Constituição da República, todos nascem com os mesmos direitos. O outro casal, invocava a possibilidade da continuidade da espécie estar em risco (!). Segundo eles (na verdade, era a mulher quem mais se manifestava contra), se os homens/mulheres resolvem casar entre si, como se vai procriar? Depois invocam a Bíblia e a criação do Adão e da Eva!

Não tem nada a ver!  O facto de passar a ser possível o casamento entre pessoas do mesmo sexo não vai acabar com os relacionamentos e casamentos heterossexuais e, consequentemente, com a procriação e continuidade da espécie. E a história da Bíblia (escrita por homens), por favor! Poupem-me!!

 

O grande problema da nossa sociedade é que as pessoas se preocupam demais com a vida alheia. Se deixassem de olhar para a vida do vizinho e se preocupassem mais com as suas próprias vidinhas, este mundo era muito melhor. Se não se importam que aquele homem case com aquela mulher, porque é que lhes vai interessar se esse homem se casa com outro homem, ou se essa mulher se casa com outra mulher??! É a vida deles. São vocês que vão casar? Não. São eles!

Deixem-se de falsos moralismos e passem a olhar mais para as vossas vidas e deixem as dos outros para eles próprios. Get a live!

 

P.S.: Para que fique esclarecido, esta é a opinião de uma heterossexual que, por não ter dúvidas relativamente à sua sexualidade, não se incomoda com a possibilidade de um dia os casamentos entre pessoas do mesmo sexo se tornarem uma realidade no nosso país.

 

Imagens retiradas da Internet

 


publicado por Sofia_hd às 17:17
link do post | DEIXE A SUA OPINIÃO | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 20 de Outubro de 2007

Homossexualidade

Hoje decidi abordar o tema da Homossexualidade. Esta ideia surgiu depois de uma conversa entre colegas em que falamos da reacção dos pais à descoberta de um filho ou filha homossexual, e também da adopção de crianças por casais homossexuais.

Em relação à homossexualidade, a minha opinião é muito clara: cada um deve procurar a felicidade. Se és feliz ao lado de alguém que é do mesmo sexo que tu, então, sê feliz!

A nossa sociedade é muito hipócrita, e é assim porque não é feliz. A maioria das pessoas não consegue ser feliz e tem inveja daqueles que o são, por isso, arranja sempre uma maneira de lhes estragar o dia ou a vida.

A verdade é que se fossemos mais felizes, não passaríamos a vida a gozar o vizinho porque ele é assim ou assado. Se fossemos felizes gostaríamos de ver os outros igualmente felizes.

Mas enfim, estou a falar de uma utopia.....

A rejeição por parte dos pais tem sido, muitas vezes, um entrave para que os homossexuais se assumam mais cedo, que sejam quem realmente são e parem de fingir. É claro que é difícil para um pai/mãe aceitar a diferente orientação sexual de um filho, mas rejeitá-lo por isso é imperdoável e só demonstra que essa pessoa não merece ser chamada de pai/mãe, porque ao rejeitar só está a pensar em si e não no filho, está a ser egoísta e um Pai não deve pensar apenas na sua felicidade, mas sim e, sobretudo, na felicidade dos seus filhos, pois se um filho não é feliz, um pai também não o consegue ser.

Numa sociedade maioritariamente heterossexual, a adopção de crianças por casais homossexuais também não é vista com bons olhos. Muitos (preconceituosos e retrógradas) diriam que o facto de um criança ser adoptada por dois homens ou duas mulheres pode influenciá-la nas suas tendências sexuais. Puro disparate! A homossexualidade ou heterossexualidade já nasce connosco. As pessoas não se tornam homossexuais de um momento para o outro, elas já nascem com essa tendência. Podem sim reprimi-la e negá-la, mas acabam sempre por ceder a ela. O que quero dizer com isto é que, o facto de uma criança conviver com um casal homossexual não vai alterar a sua sexualidade.

Podem também dizer que se uma criança for adoptada por um casal homossexual vai sofrer represálias (por parte dos colegas da escola, por exemplo). Mas digam-me lá vocês que eram gordinhos ou usavam óculos na escola, como vos tratavam os vossos colegas?

Perguntem a uma criança que está num orfanato à espera da família que nunca mais chega, o que ela prefere? Ser adoptada por duas mulheres/dois homens  e sofrer represálias por isso, ou ficar no orfanato até a maioridade?

Provavelmente responderão, prefiro ter o amor de dois pais/duas mães do que não ter o amor de ninguém.

Defendo por isso, que deve ser permitido que casais homossexuais possam adoptar. Até porque, podem dar tanto ou mais amor a uma criança que muitos casais heterossexuais que por aí andam.

Pessoal, vocês têm que deixar estes preconceitos estúpidos. Deixem os outros serem felizes e sejam felizes também!

 Como diz a música do vídeo abaixo "free your mind". Ela refere-se à cor das pessoas, mas podem muito bem ser aplicada à tendência sexual.

 

Free your mind and the rest will follow
Be colour(sexuality)-blind, don't be so shallow
Free your mind and the rest will follow
...

publicado por Sofia_hd às 16:46
link do post | DEIXE A SUA OPINIÃO | ver comentários (45) | favorito

.mais comentados

45 comentários
2 comentários

.Sobre a Autora


. ver perfil

. seguir perfil

. 20 seguidores

.links

.Desumanidades

. Haja paciência!

. Homossexualidade

.Baú

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.subscrever feeds