Sexta-feira, 3 de Outubro de 2008

Nem as crianças são assim tão 'inocentes'!

"Um garoto de sete anos invadiu um zoológico na Austrália, matou diversos animais e alimentou com animais vivos um crocodilo durante uma conturbada série de matanças capturada pelas câmeras de segurança do zôo.
 

O ataque aconteceu durante o dia, por volta das oito da manhã de quarta-feira, horário local.
 

Durante 35 minutos, o menino matou brutalmente pelo menos 13 animais no centro de répteis da cidade australiana de Alice Springs. Em um dos casos, ele bateu em um lagarto diversas vezes com uma pedra até o animal não resistir mais.
 

Além disso, o garoto ainda alimentou um crocodilo com diversos animais vivos que jogava na jaula do réptil de três metros, chamado Terry.
 

As imagens do circuito interno de televisão do centro mostram o garoto sorrindo enquanto assistia o crocodilo atacar um lagarto de língua azul.

 Foto: Imagens do CCTV do Centro de Répteis de Alice Springs/BBC

Controle

Apesar de ter sido levado à polícia, o menino não pode ser preso pois é menor de idade. Mas o diretor do centro, Rex Neindorf, quer processar os pais do garoto, que, segundo ele, deveriam estar controlando o filho naquele momento.

 

"Estou desolado pela idade do menino, pelos estragos que ele fez e por ninguém querer se responsabilizar", disse Neindorf à imprensa local.
 

"Se fosse na minha época de criança, ele levaria um bom chute no traseiro, afirmou o diretor" inconformado.
 

Neindorf disse que dez répteis, uma tartaruga, quatro lagartos de língua azul, dois dragões-barbudos, dois diabos-espinhosos e um iguana de 20 anos e de 1,8 metro foram jogados para Terry, o crocodilo de 200 quilos.
 

Além disso, mais três lagartos foram encontrados mortos em seus viveiros.

 

"Será difícil substituí-los. Muitos eram raros e maduros", lamenta o diretor.
 

O menino foi interrogado pela polícia, mas se manteve calado. Os policiais afirmaram que não têm a menor idéia do que pode ter motivado o ataque."

 

Fonte: G1


publicado por Sofia_hd às 14:55
link do post | DEIXE A SUA OPINIÃO | favorito
Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006

Até quando?

Mais uma criança faleceu, alegadamente, vitima de maus-tratos. Sara entrou ontem no Centro de Saúde de Monção já sem vida. Tinha apenas 2 anos, apresentava hematomas na cabeça, o que indiciava que poderá ter sido maltratada. Os pais afirmaram que ela tinha caído na escada.

 No jardim de infância que a criança frequentava, as educadoras já tinham verificado que a Sara tinha hematomas, isto 15 antes da sua morte, tendo denunciado a situação. A família estava a ser acompanhada pela Segurança Social.

Em Portugal, este não foi o primeiro caso e , infelizmente para muitas crianças, não será o último. As/os assistentes sociais queixam-se de falta de meios, o que é verdade, mas em alguns casos não foi a falta de meios que provocou acontecimentos trágicos que poderiam ser evitados, foram os próprios assistentes que preferiram ignorar o caso e deixar andar.

Portugal é um país desenvolvido e civilizado, contudo, ainda continua a ser habitado por muitas pessoas "subdesenvolvidas". As questões que se podem colocar são: até quando?, quantas Saras, Joanas...terão que morrer para que alguém (assistentes sociais, governo...) mude a sua actuação ?, quantas pessoas vêem o sofrimento das crianças e não fazem nada?  ...

Muitas mais questões se podem colocar, mas o mais importante é AGIR, mudar as coisas, contribuir para que as crianças aproveitem a sua infância sem sofrimento.


publicado por Sofia_hd às 15:43
link do post | DEIXE A SUA OPINIÃO | favorito
Sexta-feira, 25 de Agosto de 2006

Relato de uma MGF

    “A rapariguinha, completamente nua, é imobilizada na posição de sentada num banco baixo por pelo menos 3 mulheres. Uma delas com os braços, muito apertados, à volta do peito da criança; as outras  duas mantêm abertas as pernas da criança à força de modo a abrirem bem a vulva. Os braços da criança são amarrados atrás das costas ou imobilizados por duas outras convidadas.
    (...) Em seguida a velha tira a lâmina e extirpa o clítoris. Segue-se a infibulação: a operadora corta com a lâmina o lábio menor de cima a baixo e em seguida raspa a carne do interior do lábio grande. Esta ninfectomia e raspagem são repetidas do outro lado da vulva. A criancinha grita e contorce-se de dor, apesar da força exercida sobre ela para ficar sentada.
    A operadora limpa o sangue das feridas e a mãe, assim como as convidadas, “verificam” o seu trabalho, por vezes pondo lá o dedo. A intensidade da raspagem dos lábios grandes depende da habilidade “técnica” da operadora. A abertura que é deixada para a urina e para o sangue menstrual é minúscula.
    Depois a operadora aplica uma pasta, assegura-se que a adesão dos lábios grandes fica feita através de um pico de acácia, que fura um lábio passando através deste para o outro. Desta maneira enfia 3 ou 4 na vulva. Estes picos são depois mantidos nesta posição com uma linha de coser ou com crina de cavalo. Volta-se a pôr pasta na ferida.
Mas tudo isto, não é o suficiente para garantir a união dos lábios grandes; por isso a rapariguinha é então atada a partir do pélvis até aos pés: faixas de tecido enroladas como uma corda imobilizam completamente as pernas. Exausta, a rapariguinha é depois vestida e deitada numa cama. A operação dura de 15 a 20 minutos segundo a habilidade da velha e a resistência que a criança oferecer.”
Retirado do livro "Mulheres e Direitos Humanos", publicado pela Amnistia Internacional.

publicado por Sofia_hd às 18:58
link do post | DEIXE A SUA OPINIÃO | ver comentários (1) | favorito

.mais comentados

1 comentário

.Sobre a Autora


. ver perfil

. seguir perfil

. 20 seguidores

.links

.Desumanidades

. Nem as crianças são assim...

. Até quando?

. Relato de uma MGF

.Baú

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.subscrever feeds